Vereadores reunem-se com Prefeito para discutir futura ponte no centro
Com o objetivo de inteirarem mais sobre os detalhes das obras da nova ponte no centro de Ibirama, os vereadores da Câmara Municipal reuniram-se, na tarde de ontem, 1,  com o Prefeito Osvaldo Beltramini, equipe e engenheiros responsáveis pelo projeto arquitetônico e executivo
 
A reunião foi realizada em atendimento a pedido da Mesa Diretora da Câmara,  no sentido de obterem maiores  esclarecimentos da obra, orçada em R$ 6,5 milhões. De acordo com os vereadores, a expectativa da população é grande e nem sempre as informações são consolidadas.
 
Os vereadores foram informados pelo prefeito das ações em andamento, condicionadas ao projeto pelo Ministério das Cidades, ente com quem o Município firmou convênio. O prefeito assinalou que estão concluídos os estudos hidrológicos, batimetria  e que, neste momento, estão sendo feitos os trabalhos de sondagem geológica das margens e do rio Hercílio,  no local onde será construída a ponte. Disse que uma equipe de engenheiros tem ido à Brasília no sentido de interagir com os técnicos do Governo Federal para adequar e conformar o projeto.
 
A empresa responsável pelo projeto é a 4 Paredes, do município de Salete, que cobrou R$ 140 mil pelo serviço.  As desapropriações dos imóveis estão em andamento e a obra conta com recursos já empenhados no valor R$ 2 milhões. “Assim que os ajustes sejam finalizados, será lançada uma concorrência pública para dar início à construção”, assinalou.
 
Questionado sobre o valor da obra (R$ 6,5 milhões), o prefeito informou que os recursos contemplam a construção da ponte e aterros e não as alças de acessos, cujos recursos poderão vir de novos convênios ou de caixa da própria prefeitura. 
 
A ponte permitirá passagem de veículo nos dois fluxos de direção e comportará a passagem de caminhões de até 45 toneladas. As ruas terão a largura de 13,5 metros.  
 
O prazo para execução das obras é de cerca de um ano, dependendo de condições propícias do tempo e do fluxo regular de pagamentos.
 
Após a reunião os vereadores, acompanhados de técnicos e engenheiros, estiveram no local da futura ponte para dirimir eventuais dúvidas.