Trabalhos da sessão ordinária de 16 de novembro

Mais Imagens



Nos trabalhos legislativos da sessão ordinária desta quarta-feira, 16, os vereadores aprovaram  em segunda discussão, os projetos de lei, de autoria do Chefe do Poder Executivo, que tratam da regulamentação da concessão dos adicionais de insalubridade e periculosidade aos servidores públicos  e também da autorização de celebração de acordo extrajudicial para recebimento de créditos em autos de execução de sentença que tramita na 2ª. Vara da Comarca de Ibirama.

Em primeira discussão, tramitou o projeto de lei de autoria do vereador Waldemar Schaeffer (PMDB), que denomina via pública de Rua Santana, na localidade de Serra São Miguel, assegurando um direitos dos moradores que usam a via há mais de 20 anos.

Palavra livre:

Na palavra livre, o vereador Adriano Poffo (PMDB) aproveitou para apresentar um relato da sua viagem à Brasília, onde participou de um Congresso para novos gestores municipais. Na bagagem, a necessidade de aplicar conceitos da iniciativa privada na gestão pública. “Administrar melhor com menos, sempre atentos aos limites da lei”.

Jucélio de Andrade (PMDB) destacou o evento realizado pela Associação Empresarial de Ibirama (ACIIBI) em comemoração aos 60 anos de fundação. Elogiou iniciativas particulares de investimentos no turismo de Ibirama. “Temos muito potencial e temos que enaltecer aqueles que acreditam nisso”, assinalou.

Fernando Staudinger (PSD) aproveitou para anunciar a inclusão de emenda parlamentar do Deputado Federal João Paulo Kleinubing no orçamento de 2017, na qual destinará a importância de R$ 500.000,00 ao município de Ibirama.

Valdemar Schaefer (PMDB) aproveitou para informar o cronograma de trabalhos que visam a transferência de postes de iluminação pública em várias localidades.

Nilton José Pinto (PSD) lembrou que a Poder Executivo enviar o Orçamento de 2017 para aprovação na Câmara, cujo trâmite já está fora do prazo regimental segundo a Lei Orgânica do Município.

O Presidente Gilson Ferreira da Silva (PSD) voltou a destacar da necessidade de alterações urgentes no Plano Diretor de Ibirama que, segundo ele, “está engessando o desenvolvimento do município”.  É necessário uma revisão geral, inclusive com a realização de novas audiências públicas.