Servidor alerta para o estado precário dos veículos da saúde

Mais Imagens



O gerente da frota da Secretaria de Saúde do Município de Ibirama, José Barbi Filho, utilizou a Tribuna Cultural da Câmara Municipal, na última sessão (8), para apresentar relatório de despesas com manutenção e situação do estado de conservação das vans utilizadas para o transporte de pacientes para tratamento em outros municípios.

Segundo Barbi, apesar dos elevados gastos com manutenção – cerca de R$ 100 mil, em pouco mais de um ano e meio – as vans apresentam grande quilometragem rodada e não oferecem mais segurança aos usuários. “Temos inúmeros casos de pane destes veículos nas estradas acarretando gastos com guincho e terceirização, além de perda de horários em consultas e procedimentos médicos”, assinalou.

Diante do exposto, Barbi solicitou aos vereadores, aprovação urgente do Projeto de Lei (26/2015) do Executivo que torna inservíveis esses e outros veículos, habilitando a realização de leilão. Com isso, a administração soma caixa para investir em veículos novos.

O vereador Fernando Staudinger (PSD), presidente da Comissão de Constituição e Justiça, esclareceu que o projeto ainda não recebeu parecer e nem entrou em votação em função da ausência de respostas por parte da Administração. “Encaminhamos a quase um mês, pedido de informações solicitando cópias dos laudos de avaliação para leilão e dos relatórios de gastos, além da quilometragem e estimativa de custos para recuperação destes veículos. Até o momento, apesar da urgência do tema, não recebemos estas informações, fundamentais para embasar o parecer e encaminhar o projeto para votação em plenário”, explicou.