Preservação do patrimônio arquitetônico é debatido na Câmara

Mais Imagens



Em continuidade ao Projeto de Lei que dispõe sobre a proteção do patrimônio arquitetônico, histórico e cultural do município de Ibirama, os vereadores convocaram uma explicação sobre o tema com a Secretária Sandra Secchi e o Diretor do Arquivo Histórico, Dioney Sartor na sessão ordinária desta segunda-feira, 8 de agosto.

O Projeto voltará a ser apreciado pelo plenário do Legislativo Municipal nas próximas sessões, desde que a iniciativa do Poder Executivo contemple algumas adequações.

Sandra destacou, na Tribuna Livre da Câmara, que qualquer pessoa pode demolir uma construção com valor arquitetônico e histórico pois ainda não há lei específica que reza sobre o tema. “Hoje, Ibirama é um dos poucos municípios que não têm legislação que auxilie na preservação deste patrimônio e confira benefícios para o proprietário do imóvel”.

Dioney Sartor expôs que Ibirama tem um grande número de construções, edificadas na maior parte por influência da colonização alemão, como o estilo enxaimel. Disse que, com incentivos, é possível preservar e transformar em instrumentos turísticos, gerando renda e riqueza para o município.

Os vereadores opinaram sobre o assunto e comprometeram-se em estudar mais detalhadamente o assunto.