Gerente fala sobre importância da Caixa em Ibirama

Mais Imagens



O Gerente Geral  da Caixa de Ibirama, Rafael Mantain, ocupou a Tribuna Cultural da Câmara de Vereadores, na sessão ordinária desta segunda-feira, 3, para destacar os resultados e o desempenho da agência por ocasião do mês em que completa 15 anos de reinstalação no município.

Mantain historiou a trajetória do banco em Ibirama, que teve suas atividades encerradas em  1993 e voltou a ser reaberto em 2002 como Posto de Atendimento Básico depois de ampla mobilização política, voltando à condição de agência, em definitivo, no ano de 2008.

Destacou que a  Caixa é responsável pelo acesso da população a benefícios e direitos como Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), Programa de Integração Social (PIS) e Bolsa-Família, além dos financiamentos habitacionais para pessoas de baixa renda, como o programa Minha Casa, Minha Vida.

Em números, disse que a Caixa pagou mais R$ 115 milhões em FGTS nestes 15 anos. “Somente em 2017 estão sendo liberados mais R$ 12,2 milhões das chamadas contas inativa do FGTS. Isso é muito importante para a cadeia de negócios do município”, afirmou.  Adiantou ainda que, para atender a demanda de beneficiários, a agência estará com abertura durante um sábado por mês até julho.

Após falar sobre as características da Caixa, como banco de fomento, comercial e social, aproveitou para desmentir boatos de que a agência estaria na iminência de ser  novamente fechada em Ibirama. “É uma informação sem sentido e longe da realidade. A Caixa de Ibirama tem uma sólida carteira de clientes e de transações bancárias, garantindo a sustentabilidade dos negócios. A Caixa não fechará agências, muito menos a de Ibirama”, garantiu.